surveillance-vs-democracy.pt-br.po

Mismatched links: 10.

Mismatched ids: 0.

#text
20  
Surveillance data will always be used for other purposes, even if this is prohibited. Once the data has been accumulated and the state has the possibility of access to it, it can misuse that data in dreadful ways, as shown by examples from <a href="http://falkvinge.net/2012/03/17/collected-personal-data-will-always-be-used-against-the-citizens/">Europe</a>, <a href="https://en.wikipedia.org/wiki/Japanese_American_internment">the US</a>, and most recently <a href="https://www.cbc.ca/news/world/terrifying-how-a-single-line-of-computer-code-put-thousands-of-innocent-turks-in-jail-1.4495021">Turkey</a>. (Turkey's confusion about who had really used the Bylock program only exacerbated the basic deliberate injustice of arbitrarily punishing people for having used it.) 
Os dados de vigilância sempre serão usados para outros fins, ainda que isso seja proibido. Uma vez que os dados foram acumulados e o estado tem a possibilidade de acesso a eles, ele pode usar esses dados de maneira terrível, como mostrado por exemplos da <a href="https://falkvinge.net/2012/03/17/collected-personal-data-will-always-be-used-against-the-citizens/">Europa</a>, <a href="https://en.wikipedia.org/wiki/Japanese_American_internment">dos EUA</a> e, mais recentemente, <a href="https://www.cbc.ca/news/world/terrifying-how-a-single-line-of-computer-code-put-thousands-of-innocent-turks-in-jail-1.4495021">Turquia</a>. (A confusão da Turquia sobre quem realmente usou o programa Bylock só exacerbou a injustiça básica e deliberada de punir arbitrariamente as pessoas por terem usado.) 
27  
However, such legal protections are precarious: as recent history shows, they can be repealed (as in the FISA Amendments Act), suspended, or <a href="https://www.nytimes.com/2009/04/16/us/16nsa.html">ignored</a>. 
Porém, tais proteções legais são precárias: como a história recente mostra, elas pode ser repelidas (como aconteceu com o <i>FISA Amendments Act</i>), suspensas ou <a href="http://www.nytimes.com/2009/04/16/us/16nsa.html">ignoradas</a>. 
77 TRANSLATORS: Use space (SPC) as msgstr if you don't have notes. 
*GNUN-SLOT: TRANSLATOR'S NOTES* 
<b>Nota do tradutor</b>:
<ol>
<li>
<a id="TransNote1" href="#TransNote1-rev" class="nounderline">&#8593;</a>
<i>FISA</i> é o acrônimo para <i>Foreign Intelligence Surveillance Act</i> (<a href="https://pt.wikipedia.org/wiki/Lei_de_Vigil%C3%A2ncia_de_Intelig%C3%AAncia_Estrangeira">Lei de Vigilância de Inteligência Estrangeira</a>), sendo que <i>FISA court</i>, ou <i>FISC</i>, é a corte que supervisiona requerimentos relacionados ao uso desta lei. (fonte: <a href="https://en.wikipedia.org/wiki/Foreign_Intelligence_Surveillance_Act#FISA_court">Wikipédia</a>, data: 04 de julho de 2016)
</li>
<li>
<a id="TransNote2" href="#TransNote2-rev" class="nounderline">&#8593;</a>
<i>LOVEINT</i> é o nome dado à prática, pelos funcionários dos serviços de inteligência americana de fazerem uso dos recursos de monitoramento da NSA para espionar pessoas de seus interesses amorosos ou particulares. (fonte: <a href="https://pt.wikipedia.org/wiki/LOVEINT">Wikipédia</a>, data: 04 de Julho de 2016)
</li>
<li>
<a id="TransNote3" href="#TransNote3-rev" class="nounderline">&#8593;</a>
Um <i>data broker</i> é uma entidade que se dedica a compilar e a vender informação de consumidores na Internet, vendendo essa informação a outras organizações. (fonte: <a href="https://pt.wikipedia.org/wiki/Data_broker">Wikipédia</a>, data: 04 de julho de 2016).
</li>
<li>
<a id="TransNote4" href="#TransNote4-rev" class="nounderline">&#8593;</a>
<i>testilying</i> é um jogo de palavras entre <i>testify</i> (testemunhar) e <i>lying</i> (mentir), referindo-se à prática de falso testemunho utilizada pelos policiais para criar provas contra o indivíduo (fonte: <a href="https://en.wikipedia.org/wiki/Police_perjury">Wikipédia</a>, data: 05 de julho de 2016)
</li>
<li>
<a id="TransNote5" href="#TransNote5-rev" class="nounderline">&#8593;</a>
A explicação do espaço em branco em “PAT RIOT” foi dada por Richard Stallman em sua entrevista em 12 de novembro de 2012 a Hacker Public Radio (Ver <a href="/philosophy/speeches-and-interview.html">Discursos e Entrevistas</a>). Exatamente aos 1h 13' 40“, ele deixou registrado o motivo pelo qual não se pode chamar tal ato de “Ato Patriótico” (USA Patriot): o título completo do Ato em questão é <i>Uniting and Strengthening America by Providing Appropriate Tools Required to Intercept and Obstruct Terrorism Act</i> (em português, ato de união e fortalecimento fornecendo ferramentas necessárias e apropriadas para interceptar e obstruir terrorismo), abreviada sob o acrônimo “USAPATRIOT Act”; por se tratar de um acrônimo, temos todo o direito de dividir entre P.A.T. e R.I.O.T., o que muda a pronúncia e evita a referência a patriotismo. Acrescentando que, <i>riot</i> significa “revolta” e <i>Pat riot</i> faz referência ao grito da torcida da equipe de futebol americano de Boston, os <i>Pats</i>.</li></ol> 
79  
Please see the <a href="/server/standards/README.translations.html">Translations README</a> for information on coordinating and contributing translations of this article. 
A equipe de traduções para o português brasileiro se esforça para oferecer traduções precisas e de boa qualidade, mas não estamos isentos de erros. Por favor, envie seus comentários e sugestões em geral sobre as traduções para <a href="mailto:web-translators@gnu.org">&lt;web-translators@gnu.org&gt;</a>. </p><p>Consulte o <a href="/server/standards/README.translations.html">Guia para as traduções</a> para mais informações sobre a coordenação e a contribuição com traduções das páginas deste site.