Esta é uma tradução da página original em Inglês.

C mais ou menos

Data: Ter, 16 Abr 91 13:16:47 EDT
De: geoff@circus.camex.com
Para: clp@home.harvardsq.com, rms@ai.mit.edu
Assunto: C mais ou menos

[de rec.funny: C mais ou menos]

C+-: (pronunciado “C mais ou menos”)

Ao contrário do C++, C+- é uma linguagem orientada a assunto. Cada instância da classe C+ conhecida como assunto, contém membros ocultos, conhecidos como preconceitos ou preferências não declaradas, que são preferências impermeáveis, que são impenetráveis a mensagens externas, bem como membros públicos conhecidos como jactâncias ou reivindicações. Os seguintes operadores C são substituídos conforme mostrado:

> melhor que
< pior que
>> muito melhor que
<< esquece
! nunca na vida
== comparável, outras coisas sendo igual

C+- é uma linguagem fortemente tipada baseada em estereótipos e lógica hipócrita. As variáveis booleanas TRUE e FALSE (conhecidas como constantes em linguagens menos realistas) são suplementadas com CREDIBLE e DUBIOUS, que são mais difusas do que as categorias difusas tradicionais de Zadeh. Todos os booleanos podem ser declarados com os modificadores forte e fraco. Diz-se que a implicação fraca “preserva a negabilidade” e foi adicionado a pedido do D.O.D. para garantir compatibilidade com versões futuras do Ada. Falsidades bem formadas (FBFs) são compatíveis com atribuição com todos os booleanos. As interações e-se e por-que-não são auxiliadas pelo evento condicional especial se não X depois Y.

C+- tem suporte ocultação de informações e, apenas entre classes de amigos, compartilhamento de boates. Pegando emprestado o léxico de Eiffel, classes que não são amigas podem ser mortas por meio de acordos. Observe que as amizades são intransitivas, voláteis e não abelianas.

Mecanismos de herança simples e múltiplos são implementados com mutações aleatórias. As regras de deserdação são cobertas por um protocolo de inventário complexo. Além de classes básicas, derivadas, virtuais e abstratas, C+- oferece suporte a classes de intestino. Em certos locais, derivações polígamas e classes bastardas são permitidas. Em outros lugares, o acoplamento fraco entre as classes é ilegal, então os operadores de casamento e divórcio podem ser necessários:

casamento (MFamiliar1, FFamiliar1);
// classes filhas agora podem ser derivadas
sclass MinhaSclasse: public MFamiliar1, FFamiliar1
{        //  define MinhaSclasse
}

sclass SuasSclasse: public MFamiliar1, FFamiliar2
// ilegitimo

divorcio (MFamiliar1, FFamiliar1);

casamento (MFamiliar1, FFamiliar2);
sclass SuasSclasse: public MFamiliar1, FFamiliar2
{  //  OK, agora
}

As regras de precedência do operador podem ser suspensas com a diretiva #pragma dwim, conhecida como pragma “Faça o que quero dizer”. A ANSIficação terá resistência firme. O slogan do C+- é “Seja seu próprio padrão”.

[do boletim de abril de 1991 do AIExpert]

--
Maurice Suhre
suhre@trwrb.dsd.trw.com

Esta piada também está disponível em texto simples.

Mais humor na coleção de humor GNU.

Aviso legal

A piada nesta página foi obtida a partir dos arquivos de e-mail do Projeto GNU mantidos pela FSF.

A Free Software Foundation não reivindica nenhum direito autoral desta piada.