[en] English   [fr] français   [pt-br] português  

Esta é uma tradução da página original em Inglês.

Dicas para novos mantenedores do GNU

Se você é novo na manutenção de um pacote GNU, seja um que você tenha oferecido ao GNU ou um já existente que você adotou, pode ser trabalhoso demais saber por onde começar. O aviso oficial por e-mail que você recebeu quando se tornou mantenedor do GNU tem muitos detalhes; este documento não substitui esse e-mail, é apenas um complemento, com o objetivo de fornecer algumas dicas sobre como começar.

Obviamente, o que está listado aqui apenas mostra a superfície da manutenção do GNU. Leia o Guia de Manutenção do GNU e o Padrão de Codificação do GNU. De fato, você já deve ter lido, mas eles são suficientemente densos para que sejam releituras úteis e cuidadosas. Além disso, alguns colaboradores experientes do GNU se ofereceram para responder a perguntas sobre manutenção do GNU por meio de <mentors@gnu.org> e também <maintainers@gnu.org>.

Primeiros passos para novos mantenedores

Essas tarefas são listadas em ordem de prioridade. Os rótulos ([Todos], [Novos] e [Adotados]) indicam a categoria de pacotes a que cada tarefa se aplica principalmente.

  1. [Todos] Atualize as informações do projeto no Savannah. Acesse a página do seu projeto (https://sv.gnu.org/projects/PKG, onde PKG é o nome do seu pacote), autentique-se com seu ID do Savannah e verifique em “Editar informações públicas” no menu ”Principal”. Aqui você deve definir o nome completo do projeto e, se necessário, escrever uma descrição curta e uma descrição longa (envie também essas descrições para <maintainers@gnu.org> para uso nas listas de todos os pacotes GNU). Você também deve definir seu status de desenvolvimento para refletir a maturidade do código. É essencial fazer isso se você adotou um pacote, pois ele estará marcado como “Órfão”.
  2. [Todos] Vá às listas de discussão. Se você possui um novo pacote GNU, deve configurar pelo menos uma lista de discussão para o pacote (“Selecionar recursos” no menu “Principal”). É altamente recomendável ter uma com o nome <bug-PKG@gnu.org>; outras podem esperar até o tráfego justificar. Se você adotou um pacote existente, envie um e-mail apresentando-se. Por fim, se as listas foram criadas recentemente ou já existem, não se esqueça de se inscrever, pois isso não é feito automaticamente. (Sobre lidar com correio.)
  3. [Novos] Configure um repositório para seu código-fonte (“Selecionar recursos” no menu “Principal”) e importe o que estiver disponível (procure procedimentos sob “Gerenciador de código-fonte” na seção “Ferramentas de desenvolvimento”). A experiência mostrou que auto-hospedagem não é confiável. (Sobre arquivos backup.)
  4. [Novos] Envie seu pacote para o site FTP do GNU se ele já estiver pronto para lançamento público. (Sobre o procedimento de envio.)
  5. [Novos] Crie uma página inicial no GNU para substituir o arquivo PKG.html que os webmasters colocaram em seu repositório web (mantenha o mesmo nome). Se você deseja tornar isso rápido e fácil, use nosso modelo padrão. Comente as partes irrelevantes, tal como Download e Documentação se seu projeto mal começou; você vai completá-los posteriormente. Coloque também qualquer documentação que você já tenha em um subdiretório chamado “manual”. (Sobre páginas web.)
  6. [Adotados] Verifique relatórios de erros existentes se você tiver adotado um pacote existente. Estes podem estar em qualquer ou em todos os rastreadores de erros do Savannah, numa lista de discussão (arquivos mbox podem ser baixados por HTTPS) ou no servidor GNU debbugs. (Sobre responder a relatórios de erros.)
  7. [Adotados] Contate os empacotadores de distribuições. Se você adotou um pacote existente e ele está disponível nas distribuições downstream, entre em contato com os empacotadores. É provável que eles tenham relatórios de erros não resolvidos a serem tratados e talvez até patches que devem ser aplicados. Você também pode se envolver com o gerenciador de pacotes GNU Guix. (Sobre distribuições.)
  8. [Adotados] Use o software. Não é necessário dizer que, se você adotou um pacote GNU, deve usá-lo para ter uma ideia do seu status atual e descobrir o que pode precisar ser corrigido.
  9. [Todos] Pegue algumas tarefas e comece a hackear! Não há substituto para gastar tempo fazendo o trabalho real.

Dicas gerais sobre manutenção de software GNU

Para concluir esta lista, uma reiteração final: as informações e links acima são apenas uma amostra. Consulte e (re)leia os documentos Informações do Mantenedor GNU e Padrão de Codificação GNU para muito mais.

Filosofia GNU

Isso também parece ser uma página apropriada para dar alguns links sobre as ideias básicas do GNU e do Software Livre:

TOPO

[Logo da FSF]“A Free Software Foundation (FSF) é uma organização sem fins lucrativos com a missão global de promover a liberdade de usuários de computador. Nós defendemos os direitos dos usuários de software.”

PARTICIPE COMPRE