English [en]   català [ca]   Deutsch [de]   français [fr]   日本語 [ja]   한국어 [ko]   polski [pl]   português do Brasil [pt-br]   русский [ru]   українська [uk]   简体中文 [zh-cn]   繁體中文 [zh-tw]  

Esta é uma tradução da página original em Inglês.

Como usar os recursos opcionais da GFDL

por Richard Stallman

A GNU FDL (Licença de Documentação Livre GNU) inclui dois recursos opcionais, seções invariantes e textos de capa, que você pode usar se quiser. O aviso de licença do manual deve dizer se você está usando esses recursos.

O caso mais simples é você não usar esses recursos. Então, o aviso de licença deve dizer isso, dessa forma 1:

      Permission is granted to copy, distribute and/or modify this
      document under the terms of the GNU Free Documentation License,
      Version 1.3 or any later version published by the Free Software
      Foundation; with no Invariant Sections, no Front-Cover Texts, and
      no Back-Cover Texts.  A copy of the license is included in the
      section entitled “GNU Free Documentation License”.

Mas se você deseja usar esses recursos, aqui está uma explicação de para que eles servem e como usá-los.

Sessões invariantes

A ideia de seções invariantes é que elas deem a você uma forma de expressar opiniões pessoais, não técnicas, sobre o tópico.

O exemplo clássico de uma seção invariante não técnica em um manual livre é o Manifesto GNU, que está incluído no Manual do GNU Emacs. O Manifesto GNU não diz nada sobre como editar com o Emacs, mas explica a razão pela qual eu escrevi o GNU Emacs – para ser uma parte essencial do sistema operacional GNU, que daria aos usuários de computador a liberdade de cooperar em uma comunidade. Como o Manifesto GNU apresenta os princípios do Projeto GNU, em vez de recursos do GNU Emacs, decidimos que outros não devem removê-lo ou mudá-lo ao redistribuir o Manual do Emacs, e escrevemos esse requisito na licença. Com efeito, transformamos o Manifesto GNU em uma seção invariante, embora sem usar esse termo. Para fazer isso hoje usando o GNU FDL, nós escreveríamos o aviso de licença desta forma 2:

      Permission is granted to copy, distribute and/or modify this
      document under the terms of the GNU Free Documentation License,
      Version 1.3 or any later version published by the Free Software
      Foundation; with the Invariant Sections being just “GNU
      Manifesto”, with no Front-Cover Texts, and with no Back-Cover
      Texts.  A copy of the license is included in the section
      entitled “GNU Free Documentation License”.

Isso diz que a seção “Manifesto GNU” é apenas a seção invariante.

A licença do Manual Emacs antigo não permitia que outras pessoas modificassem e redistribuíssem o manual para adicionar novas seções invariantes. Mas enquanto formulamos uma versão mais geral do conceito para o GNU FDL, senti que seria mais moralmente consistente se aqueles que modificassem um manual pudessem escrever seções invariantes, assim como os primeiros autores podem. O FDL permite isso.

Mas esse recurso requer uma proteção para evitar que seja abusado para colocar em risco o status livre do manual. A pessoa B que modifica um manual que foi escrito pela pessoa A não deve ser capaz de tornar invariante qualquer documentação da pessoa A, pois isso negaria à pessoa C a permissão para modificá-la ainda mais. Da mesma forma, se a pessoa B adicionar documentação para subtópicos adicionais, essa documentação adicionada não deve ser invariante; a documentação em si deve ser modificável por outros. As condições da FDL em adicionar seções invariantes fornecem essa salvaguarda.

Não há necessidade de um manual para ter seções invariantes. O caso mais simples é não ter nenhum. Você não precisa listar a própria GNU FDL como uma seção invariante, porque o FDL explicitamente diz que o próprio FDL não pode ser alterado. O FDL também distingue certos títulos de seção, “Histórico” (History) e “Dedicatórias” (Dedications) e outros. Você não deve listar essas seções como invariantes, porque a FDL já fornece as regras para essas seções.

Textos de Capa

Um texto de capa é um pequeno texto que você insiste que deve ser impresso na capa do manual quando o manual for publicado, mesmo que alguém o esteja publicando. Você pode especificar um “texto de capa frontal” que deve ser impresso na capa da frente, e você pode especificar um “texto de contracapa” que deve ser impresso na contracapa. Você pode especificar um de cada.

Os textos de capa são um novo recurso, por isso não posso citar exemplos anteriores de seu uso, mas o objetivo pretendido é simples. Eles são destinados a dar ao editor original de uma edição uma maneira de perguntar ou encorajar as pessoas a comprarem as cópias que publicam, em vez das de outras reimpressões. Por exemplo, poderíamos imaginar especificando isso como um texto de contracapa 3:

    Free Manuals Inc. paid Alyssa P. Hacker to write this manual
    and asks for your support through buying the Free Manuals edition.

Isso pode ajudar a Free Manuals Inc. ter sucesso no negócio de publicação de manuais livres – ao menos, esse é o plano. Para especificar esse texto de contracapa, Free Manuals Inc. escreveriam o aviso de licença como esse 4:

      Permission is granted to copy, distribute and/or modify this
      document under the terms of the GNU Free Documentation License,
      Version 1.3 or any later version published by the Free Software
      Foundation; with no Invariant Sections, no Front-Cover Texts, and
      one Back-Cover Text: “Free Manuals Inc. paid Alyssa P. Hacker to
      write this manual and asks for your support through buying the
      Free Manuals edition.”  A copy of the license is included in the
      section entitled “GNU Free Documentation License”.
Notas do tradutor:
  1. Em português, o aviso de licença sem os recursos opcionais seria o equivalente a:
          Permissão concedida para copiar, distribuir e/ou modificar este
          documento sob os termos da Licença de Documentação Livre GNU,
          Versão 1.3 ou qualquer versão mais recente publicada pela Free
          Software Foundation; sem Seções Invariantes, Textos de Capa
          Frontal, e sem Textos de Contracapa. Uma cópia da licença está
          incluída na seção intitulada “GNU Free Documentation License”.
    
  2. Em português, o aviso de licença definindo uma seção invariante seria o equivalente a:
          Permissão concedida para copiar, distribuir e/ou modificar este
          documento sob os termos da Licença de Documentação Livre GNU,
          Versão 1.3 ou qualquer versão mais recente publicada pela Free
          Software Foundation; com as Seções Invariantes sendo apenas
          “Manifesto GNU”, com nenhum Texto de Capa Frontal e com nenhum
          Texto de Contracapa. Uma cópia da licença está incluída na seção
          intitulada “GNU Free Documentation License”.
    
  3. Em português, o texto de contracapa seria o equivalente a:
        Free Manuals Inc. pagou Alyssa P. Hacker para escrever esse manual
        e pede por sua colaboração pela compra da edição da Free Manuals.
    
  4. Em português, o aviso de licença contendo texto de contracapa seria o equivalente a:
          Permissão concedida para copiar, distribuir e/ou modificar este
          documento sob os termos da Licença de Documentação Livre GNU,
          Versão 1.3 ou qualquer versão mais recente publicada pela Free
          Software Foundation; sem Seções Invariantes, Textos de Capa
          Frontal e com um Texto de Contracapa: “Free Manuals Inc. pagou
          Alyssa P. Hacker para escrever esse manual e pede por sua
          colaboração pela compra da edição da Free Manuals.” Uma cópia
          da licença está incluída na seção intitulada “GNU Free
          Documentation License”.
    
TOPO

[Logo da FSF]“A Free Software Foundation (FSF) é uma organização sem fins lucrativos com a missão global de promover a liberdade de usuários de computador. Nós defendemos os direitos dos usuários de software.”

PARTICIPE COMPRE