English [en]   العربية [ar]   български [bg]   català [ca]   Česky [cs]   Deutsch [de]   español [es]   français [fr]   עברית [he]   hrvatski [hr]   italiano [it]   日本語 [ja]   Nederlands [nl]   polski [pl]   português do Brasil [pt-br]   русский [ru]   Shqip [sq]   svenska [sv]  

BREAKING: Knocking Down The HACIENDA

GNU hackers opened the GHM by revealing the offensive HACIENDA global surveillance program for TWD, and how to knock it down with stealth TCP services! Watch it now! [more]

This is a translation of an original page in English.

Anúncio Inicial

Este é o anúncio original do Projeto GNU, postado por Richard Stallman em 27 de Setembro de 1983.

A história do Projeto GNU difere, de muitos modos, do plano inicial. Por exemplo, o começo foi adiado até janeiro de 1984. Muitos dos conceitos filosóficos de software livre não foram clarificados até alguns anos depois.

Unix Livre!

A partir do próximo Dia de Ação de Graças, vou escrever um software completo compatível com Unix chamado GNU (sigla para Gnu Não é Unix), e o compartilharei livremente (1) com qualquer um que possa usá-lo. Contribuições em termos de tempo, dinheiro, programas e equipamentos são muito bem-vindas.

Para começar, o GNU será um kernel mais todos os utilitários necessários para escrever e rodar programas em C: editores, shell, compilador C, linker, assembler, e algumas outras coisas. Após isso, adicionaremos um formatador de texto, um YACC, um jogo de Empire, software de planilha, e centenas de outras coisas. Nós esperamos, eventualmente, fornecer tudo o que for útil e que normalmente vem com um sistema Unix, e tudo o mais que seja útil, incluindo documentação on-line e impressa.

O GNU rodará programas Unix, mas não será idêntico ao Unix. Nós faremos todas as melhorias que são necessárias, baseados em nossa experiência com outros sistemas operacionais. Em particular, planejamos ter nomes de arquivos longos, números de versão de arquivos, um sistema de arquivos à prova de quebra, talvez um sistema de sugestão de nome de arquivo, um suporte para monitores independente para cada terminal, e eventualmente um sistema de janelas baseado em Lisp por meio do qual vários programas em Lisp e programas Unix comuns possam compartilhar uma tela. Tanto C e Lisp estarão disponíveis como linguagens de programação. Nós teremos um software de controle de rede baseado no protocolo chaosnet do MIT, muito superior ao UUCP. Nós também podemos ter alguma compatibilidade com UUCP.

Quem sou eu?

Eu sou Richard Stallman, inventor do original e muito imitado editor EMACS, do Laboratório de Inteligência Artificial do MIT. Eu tenho trabalhado extensivamente com compiladores, editores, depuradores, interpretadores de comando, com o Sistema de Compartilhamento de Tempo Incompatível e com o sistema operacional para Máquina Lisp. Um fui pioneiro no suporte à exibição de independente de terminal em ITS. Ademais, eu tenho implementado um sistema de arquivos à prova de quebra e dois sistemas com janelas para máquinas Lisp.

Porque eu Tenho que Escrever o GNU

Eu considero que a regra de ouro requer que se eu gosto de um programa eu tenho que compartilhá-lo com outras pessoas que gostam dele. Eu não posso, em boa consciência, assinar um acordo de não-quebra ou um acordo de licença de software.

Então, para que eu posso continuar a usar computadores sem violar meus princípios, eu decidi reunir um corpo suficiente de software livre de tal modo que eu esteja apto a passar sem o uso de qualquer software que não seja livre.

Como você pode contribuir

Eu estou solicitando a fabricantes de computadores doações de máquinas e dinheiro. Eu estou solicitando a indivíduos que doem programas e trabalho.

Um fabricante de computadores já ofereceu uma máquina. Mas nós podemos usar mais. Uma consequência que você pode esperar, caso doe máquinas, é que o GNU irá rodar nelas assim que possível. É melhor que a máquina possa operar numa área residencial, e que não requeira energia ou resfriamento sofisticado.

Programadores individuais podem contribuir escrevendo uma duplicata compatível de algum utilitário Unix e dando-a para mim. Para a maioria dos projetos, tal trabalho distribuído de meio expediente seria muito difícil de coordenar; as partes escritas independentemente podem não funcionar juntas. Porém, para a tarefa particular de substituir o Unix, esse problema não existe. Se cada contribuição funcionar com o resto do Unix, ela provavelmente funcionará com o restante do GNU.

Se eu receber doações em dinheiro, poderei ser capaz de contratar algumas pessoas em meio expediente ou período integral. O salário não será alto, mas eu estou procurando por pessoas que saibam que ajudar a humanidade é tão importante quanto dinheiro. Eu vejo isso como um modo de permitir a pessoas dedicadas devotar todas suas energias trabalhando no GNU, poupando-as da necessidade de ganhar a vida de outro modo.

Para mais informação, contate-me.

correio Arpanet:
RMS@MIT-MC.ARPA

Usenet:
...!mit-eddie!RMZ@OZ
...!mit-vax!RMS@OZ

Us Snail:
Richard Stallman
166 Prospect St
Cambridge, MA 02139

Escolha infeliz de redação em “free”

A redação aqui foi descuidada. A intenção era que ninguém tivesse que pagar pela permissão para usar o sistema GNU. Porém, na redação isso não ficou claro, e as pessoas frequentemente interpretam-na dizendo que cópias do GNU sempre devem ser distribuídas a um custo pequeno ou a custo inexistente. Essa nunca foi a intenção.

Mensagem original

Para completude, o e-mail original está reproduzido aqui, em sua forma original.



From CSvax:pur-ee:inuxc!ixn5c!ihnp4!houxm!mhuxi!eagle!mit-vax!mit-eddie!RMS@MIT-OZ
From: RMS%MIT-OZ@mit-eddie
Newsgroups: net.unix-wizards,net.usoft
Subject: new Unix implementation
Date: Tue, 27-Sep-83 12:35:59 EST
Organization: MIT AI Lab, Cambridge, MA

Free Unix!

Starting this Thanksgiving I am going to write a complete
Unix-compatible software system called GNU (for Gnu's Not Unix), and
give it away free(1) to everyone who can use it.
Contributions of time, money, programs and equipment are greatly
needed.

To begin with, GNU will be a kernel plus all the utilities needed to
write and run C programs: editor, shell, C compiler, linker,
assembler, and a few other things.  After this we will add a text
formatter, a YACC, an Empire game, a spreadsheet, and hundreds of
other things.  We hope to supply, eventually, everything useful that
normally comes with a Unix system, and anything else useful, including
on-line and hardcopy documentation.

GNU will be able to run Unix programs, but will not be identical
to Unix.  We will make all improvements that are convenient, based
on our experience with other operating systems.  In particular,
we plan to have longer filenames, file version numbers, a crashproof
file system, filename completion perhaps, terminal-independent
display support, and eventually a Lisp-based window system through
which several Lisp programs and ordinary Unix programs can share a screen.
Both C and Lisp will be available as system programming languages.
We will have network software based on MIT's chaosnet protocol,
far superior to UUCP.  We may also have something compatible
with UUCP.


Who Am I?

I am Richard Stallman, inventor of the original much-imitated EMACS
editor, now at the Artificial Intelligence Lab at MIT.  I have worked
extensively on compilers, editors, debuggers, command interpreters, the
Incompatible Timesharing System and the Lisp Machine operating system.
I pioneered terminal-independent display support in ITS.  In addition I
have implemented one crashproof file system and two window systems for
Lisp machines.


Why I Must Write GNU

I consider that the golden rule requires that if I like a program I
must share it with other people who like it.  I cannot in good
conscience sign a nondisclosure agreement or a software license
agreement.

So that I can continue to use computers without violating my principles,
I have decided to put together a sufficient body of free software so that
I will be able to get along without any software that is not free.


How You Can Contribute

I am asking computer manufacturers for donations of machines and money.
I'm asking individuals for donations of programs and work.

One computer manufacturer has already offered to provide a machine.  But
we could use more.  One consequence you can expect if you donate
machines is that GNU will run on them at an early date.  The machine had
better be able to operate in a residential area, and not require
sophisticated cooling or power.

Individual programmers can contribute by writing a compatible duplicate
of some Unix utility and giving it to me.  For most projects, such
part-time distributed work would be very hard to coordinate; the
independently-written parts would not work together.  But for the
particular task of replacing Unix, this problem is absent.  Most
interface specifications are fixed by Unix compatibility.  If each
contribution works with the rest of Unix, it will probably work
with the rest of GNU.

If I get donations of money, I may be able to hire a few people full or
part time.  The salary won't be high, but I'm looking for people for
whom knowing they are helping humanity is as important as money.  I view
this as a way of enabling dedicated people to devote their full energies to
working on GNU by sparing them the need to make a living in another way.


For more information, contact me.
Arpanet mail:
  RMS@MIT-MC.ARPA

Usenet:
  ...!mit-eddie!RMS@OZ
  ...!mit-vax!RMS@OZ

US Snail:
  Richard Stallman
  166 Prospect St
  Cambridge, MA 02139

[FSF logo]“Our mission is to preserve, protect and promote the freedom to use, study, copy, modify, and redistribute computer software, and to defend the rights of Free Software users.”

The Free Software Foundation is the principal organizational sponsor of the GNU Operating System. Support GNU and the FSF by buying manuals and gear, joining the FSF as an associate member, or making a donation, either directly to the FSF or via Flattr.

voltar ao topo