Esta é uma tradução da página original em Inglês.

Anúncio Inicial

Este é o anúncio original do Projeto GNU, postado por Richard Stallman em 27 de Setembro de 1983.

A história do Projeto GNU difere, de muitos modos, do plano inicial. Por exemplo, o começo foi adiado até janeiro de 1984. Muitos dos conceitos filosóficos de software livre não foram clarificados até alguns anos depois.


Unix Livre!

A partir do próximo Dia de Ação de Graças, vou escrever um software completo compatível com Unix chamado GNU (sigla para Gnu Não é Unix), e o compartilharei livremente [1] com qualquer um que possa usá-lo. Contribuições em termos de tempo, dinheiro, programas e equipamentos são muito bem-vindas.

Para começar, o GNU será um kernel mais todos os utilitários necessários para escrever e rodar programas em C: editores, shell, compilador C, linker, assembler, e algumas outras coisas. Após isso, adicionaremos um formatador de texto, um YACC, um jogo de Empire, software de planilha, e centenas de outras coisas. Nós esperamos, eventualmente, fornecer tudo o que for útil e que normalmente vem com um sistema Unix, e tudo o mais que seja útil, incluindo documentação on-line e impressa.

O GNU rodará programas Unix, mas não será idêntico ao Unix. Nós faremos todas as melhorias que são necessárias, baseados em nossa experiência com outros sistemas operacionais. Em particular, planejamos ter nomes de arquivos longos, números de versão de arquivos, um sistema de arquivos à prova de quebra, talvez um sistema de sugestão de nome de arquivo, um suporte para monitores independente para cada terminal, e eventualmente um sistema de janelas baseado em Lisp por meio do qual vários programas em Lisp e programas Unix comuns possam compartilhar uma tela. Tanto C e Lisp estarão disponíveis como linguagens de programação. Nós teremos um software de controle de rede baseado no protocolo chaosnet do MIT, muito superior ao UUCP. Nós também podemos ter alguma compatibilidade com UUCP.

Quem sou eu?

Eu sou Richard Stallman, inventor do original e muito imitado editor EMACS, do Laboratório de Inteligência Artificial do MIT. Eu tenho trabalhado extensivamente com compiladores, editores, depuradores, interpretadores de comando, com o Sistema de Compartilhamento de Tempo Incompatível e com o sistema operacional para Máquina Lisp. Eu fui pioneiro no suporte à exibição de independente de terminal em ITS. Ademais, eu tenho implementado um sistema de arquivos à prova de quebra e dois sistemas com janelas para máquinas Lisp.

Por Que eu Tenho que Escrever o GNU

Eu considero que a regra de ouro requer que se eu gosto de um programa eu tenho que compartilhá-lo com outras pessoas que gostam dele. Eu não posso, em boa consciência, assinar um acordo de não quebra ou um acordo de licença de software.

Então, para que eu posso continuar a usar computadores sem violar meus princípios, eu decidi reunir um corpo suficiente de software livre de tal modo que eu esteja apto a passar sem o uso de qualquer software que não seja livre.

Como você pode contribuir

Eu estou solicitando a fabricantes de computadores doações de máquinas e dinheiro. Eu estou solicitando a indivíduos que doem programas e trabalho.

Um fabricante de computadores já ofereceu uma máquina. Mas nós podemos usar mais. Uma consequência que você pode esperar, caso doe máquinas, é que o GNU irá rodar nelas assim que possível. É melhor que a máquina possa operar numa área residencial, e que não requeira energia ou resfriamento sofisticado.

Programadores individuais podem contribuir escrevendo uma duplicata compatível de algum utilitário Unix e dando-a para mim. Para a maioria dos projetos, tal trabalho distribuído de meio expediente seria muito difícil de coordenar; as partes escritas independentemente podem não funcionar juntas. Porém, para a tarefa particular de substituir o Unix, esse problema não existe. Se cada contribuição funcionar com o resto do Unix, ela provavelmente funcionará com o restante do GNU.

Se eu receber doações em dinheiro, poderei ser capaz de contratar algumas pessoas em meio expediente ou período integral. O salário não será alto, mas eu estou procurando por pessoas que saibam que ajudar a humanidade é tão importante quanto dinheiro. Eu vejo isso como um modo de permitir a pessoas dedicadas devotar todas suas energias trabalhando no GNU, poupando-as da necessidade de ganhar a vida de outro modo.

Para mais informação, contate-me.

correio Arpanet:
RMS@MIT-MC.ARPA
Usenet:
...!mit-eddie!RMZ@OZ
...!mit-vax!RMS@OZ
Us Snail:
Richard Stallman
166 Prospect St
Cambridge, MA 02139

Nota de rodapé

  1. A redação aqui foi descuidada. A intenção era que ninguém tivesse que pagar pela permissão para usar o sistema GNU. Porém, na redação isso não ficou claro, e as pessoas frequentemente interpretam como dizendo que cópias do GNU sempre devem ser distribuídas a um custo pequeno ou a custo inexistente. Essa nunca foi a intenção.