English [en]   Deutsch [de]   ελληνικά [el]   español [es]   français [fr]   hrvatski [hr]   italiano [it]   日本語 [ja]   한국어 [ko]   lietuvių [lt]   polski [pl]   português do Brasil [pt-br]   русский [ru]   українська [uk]  

EducaçãoEstudos de CasosÍndia → Escola de Ensino Profissionalizante de Irimpanam

Esta é uma tradução da página original em Inglês.

Escola de Ensino Profissionalizante de Irimpanam

O relatório a seguir baseou-se na informação que nos foi fornecida pela equipe da escola.

Local

A escola está localizada em Irimpanam, uma área próxima à cidade de Tripunithura, no distrito de Ernakulam do estado da Kerala, Índia.

Sobre

Fundada em 1940, a Escola de Ensino Profissionalizante de Irimpanam (em inglês, Vocational Higher Secondary School Irimpanam) é uma escola privada com apoio estatal. Ela oferece instrução do ensino fundamental ao ensino médio (5ª a 7ª série e 8ª a 10ª série, respectivamente). Aproximadamente 1.000 estudantes entre 10 a 15 anos estudam lá.

Motivação

Nossa instituição teve interesse especial em promover os aspectos principais da filosofia do Projeto GNU, tal como a liberdade de compartilhar conhecimento e a liberdade de cooperar com nossa comunidade contribuindo com melhorias para programas de computador. Esse conhecimento sobre Software Swathanthra (1) foi amplamente o resultado que nós aprendemos nas reuniões organizadas pelo Indian Libre User Group (ILUG-Cochin) na cidade vizinha à Kochi. Participar dessas reuniões também nos ajudou a trabalhar em ligação estreita com a comunidade de Software Livre.

Como Nós Fizemos Isso

A migração de Software Livre em nossa escola foi o resultado de um projeto elaborado e estabelecido pelo Governo de Kerala, chamado de IT@School. O projeto, iniciado em 2001, envolveu milhares de escolas em Kerala e, em 2006, foi completamente migrado para Software Livre.

Imagem de estudantes em um evento de Software Livre.

Os estudantes em um evento de Software Livre organizado por SSK VHSS Irimpanam.

Cursos de treinamento para professores foram implementados pelo governo para nos ensinar os básicos do novo Sistema Operacional Livre e como instalá-lo. O novo sistema foi personalizado pela primeira vez por SPACE, uma agência baseada em Kerala que promove o uso de Software Livre nos setores privados e públicos. SPACE, assim como os grupos de usuários de Software Swathanthra, tiveram um papel fundamental durante o progresso de fornecer suporte constante aos professores. Um dos workshops organizados pela SPACE nos ajudou a construir um site para nossa escola usando Software Livre.

Treinamento não se limitou ao software, ele também incluiu treinamento dos básicos de manutenção de hardware a professores e estudantes. Em nossa escola, estudantes de 10 anos de idade sabem como montar um PC.

O uso de programas Livres na sala de aula foi facilitado pela implementação de módulos de treinamento com objetivo de instruir professores sobre como usar os programas específicos para ensinar sobre diversos assuntos. Por exemplo, houve um módulo de treinamento para professores de matemática sobre como usar Dr Geo para ensinar geometria, um outro para professores de química sobre como desenhar moléculas orgânicas usando Chemtool, e muitos outros.

Outras atividades de treinamento foram conduzidas conjuntamente pela escola e ILUG-Cochin para nos ensinar o uso de diferentes aplicativos de Software Livre, tal como Blender, Inkscape e a interface de linha de comando.

A escola também abriu um canal IRC no qual estudantes podem tirar dúvidas sobre questões que eles podem encontrar.

Compromisso com o Software Livre

No começo, o novo sistema foi usado em dual-boot porque nós, professores, não estávamos familiarizados com Software Livre, mas logo nós passamos a conhecê-lo em uma bom extensão. Atualmente, nenhum sistema proprietário está instalado em nossos computadores e nenhum programa proprietário está sendo usado. Apenas Software Livre está sendo usado nas salas de aula e nos escritórios da administração.

Usamos uma grande quantidade de programas livres na sala de aula, tais como GIMP, Tux Paint, Audacity, GPeriodic e LibreOffice, mas há muitos outros.

Estudantes também são apresentados à linguagem de programação Python desde a 8ª série (13 anos de idade).

Resultados

Imagem da interface do TuxPaint em Malaiala mostrando o carimbo para a flor
Adeenia.

Ouça a um aluno pronunciar o nome da flor Adeenia em Malaiala.

Educação no estado de Kerala se tornou “capacitada em TI”, o que significa que estudantes estão obtendo conhecimento tecnológico em primeira mão enquanto aprendem assuntos comuns do curriculum fora do laboratório de TI. Isso é possível por causa do grande número de aplicativos educacionais de alta qualidade disponível no GNU/Linux.

A transparência e o método cooperativo do Software Livre ajudou estudantes e professores a mergulhar fundo na tecnologia e os capacitou para contribuir para a comunidade em várias formas. Uma contribuição importante era a localização da interface do Tux Paint em Malaiala, nosso idioma nativo.

Outra contribuição foi a adição de carimbos ao TuxPaint. Flores nativas foram fotografadas e as imagens editadas por estudantes da 6ª e 7ª série usando o programa de edição de imagens GIMP. As imagens resultantes foram, então, integradas ao TuxPaint com o nome das flores escrito em Malaiala. Adicionalmente, estudantes registraram com suas próprias vozes os nomes das flores, então quando o usuário seleciona um dos carimbos, pode-se ouvir o nome da flor em Malaiala. Um vídeo foi gravado para ilustrar como isso funciona e como a atividade foi feita.

Assista e baixe o vídeo. Leia e baixe as legendas em inglês no formato SubRip.

Ambas atividades foram promovidas por Swathanthra Software Koottayma da VHSS Irimpanam (SSK VHSS Irimpanam), um grupo de software livre composta por professores e estudantes com base na escola. Seu objetivo é construir uma consciência da filosofia do Software Livre e para introduzir novos aplicativos no GNU/Linux como uma forma de contribuir para a comunidade. O grupo organiza reuniões mensais e realiza vários tipos de atividades para encorajar seus membros a experimentar a explorar o Software Livre de forma a colocar em prática as liberdades que ele fornece.

Como uma forma de manter em contato e compartilhar experiências com outras escolas e com a comunidade de Software Livre, professores e estudantes todo ano participam em eventos tais como a Conferência Nacional de Software Livre (National Free Software Conference) e Dia da Segurança Cibernética (Cyber Safe Day).

O comprometimento e a colaboração dos professores, estudantes e grupos locais foi essencial para o sucesso neste projeto governamental de larga escala.

(1) Swathanthra é a palavra sânscrita para “livre” como em liberdade.

Créditos

Créditos para ambas imagens mostradas nesta página, assim como para o arquivo de áudio, vão para Swathanthra Software Koottayma de VHSS Irimpanam, que os lançaram sob uma licença Atribuição-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada.

Mais Estudos de Casos na Índia
Voltar aos Estudos de Casos

VOLTAR AO TOPO


[Logo da FSF] “Nossa missão é preservar, proteger e promover a liberdade de usar, estudar, copiar, modificar e redistribuir software, e defender os direitos dos usuários de Software Livre.”

A Free Software Foundation é a principal organização que patrocina o Sistema Operacional GNU. Apoie o GNU e a FSF comprando manuais e produtos, afiliando-se a FSF como um membro associado ou fazendo uma doação diretamente à FSF ou via Flattr.